Catálogo Eletrônico WhatsApp Logo

09/12/2019

Algumas dicas para você encontrar as melhores cargas!

Dicas

1- Busque por transportadoras que tenham a frota terceirizada. Alguns caminhoneiros acham que negociar com a transportadora é uma péssima ideia, mas lembre-se que se a negociação for boa para ambas as partes, a parceria pode ser bem duradoura.

Mas não aceite prazos malucos e negocie bem todas as suas cargas.

 

2- Tente sempre conciliar um frete de volta quando possível. Sim, é a parte mais difícil para os caminhoneiros, porém é a melhor saída para reduzir o custo da viagem.

Mas pense assim, se você gasta cerca de R$1.500 para ir, a volta será o mesmo valor. Por isso, se não houver um frete de volta, todo o custo de ida e volta terá que ser incluída neste frete. E isso pode encarecer bastante.

 

3- A qualificação é um ponto muito importante.

Mas a qualificação pode ser feita em diversos pontos, como a compra de um celular com internet. Pense que o comprador do frete precisa se comunicar com você de forma rápida.

As vezes a qualificação pode ficar por parte do caminhão, ou seja, ter  características específicas para o uso de cargas.

 

4- Esteja nos radares pois não adianta estar com a tecnologia e a qualificação se as pessoas não conseguem te achar. Ou seja, baixe aplicativos e tenha o contato com os compradores de fretes.

 

5- Saiba qual o melhor frete para você, a experiência em um tipo de frete sempre dá a preferência.

Os mais comuns são:

Carga refrigerada;

Carga viva;

Carga de grande porte;

Carga líquida;

Carga inflamável;

Cargas urgentes;

Mudanças.

 

6- Nunca pegue frete pelos agenciadores. Em vias gerais, a função do agenciador de cargas é a mesma que a do aplicativo que falamos agora pouco, entretanto, o agenciador cobra um valor absurdo pelo serviço (e nem alcança tanta gente quanto o aplicativo). Só para se ter uma ideia, um agenciador embolsa de 10% a 30% do valor total do frete.

 

 

Voltar